quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

FELIZ ANO NOVO


UM NOVO OLHAR
Guida Linhares


Mais um ano se finda,
passado tão rapidamente,
que sequer tivemos tempo,
de fazer tudo o que nos propomos,
bem lá no seu início.


Contudo foi vivido intensamente,
e a cada novo despertar,
o caleidoscópio cotidiano,
nos apresentou as variadas nuances,
ora coloridas, ora acinzentadas.


Olhando para trás,
tivemos um ano de crises,
injustiças sociais e tragédias.
Mas alegrias nos alcançaram,
emprestando a leveza aos corações.


Enfim um ano como tantos outros,
em que partilhamos dores e risos,
preocupações e problemas,
anseios, significados e afetos,
encontros e desencontros.


No balanço existencial
talvez houveram déficits,
perdas, impasses e desilusões.
Mas afinal o que é a vida,
senão o desenrolar de circunstâncias.


Estas nos obrigam a pensar
a escolher, equacionar, ousar,
decidir o melhor a fazer.
Nos percebemos senhores ou não
da nossa vontade e desejos.


No limiar do nascimento
de cada novo ano,
desejamos realizar no próximo,
tudo o que não conseguimos
no ano anterior.


Porém, seguimos os mesmos passos,
as mesmas regras e sentimentos,
enxergamos nossa verdade como absoluta,
e com isso continuamos a
seguir a mesma matriz.


Repetimos os mesmos erros,
continuamos a falar sem refletir,
julgamos a tudo e a todos,
esquecendo que somos humanos
e portanto falíveis.


Não é o tempo que passa por nós,
mas nós é que somos o seu passageiro.
É preciso largar a mala pesada
de nossos preconceitos e "achismos",
preparando-se para 2010
com um novo olhar.


Santos/SP/Brasil

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009


NATAL DURADOURO
Guida Linhares

Natal, festa tão singela
é Jesus que está nascendo.
Traz a fé e dentro dela,
a esperança renascendo.

Aos homens de boa vontade,
todo entusiasmo e alegria.
No Natal da solidariedade,
muito amor nos contagia.

Numa festa só de cores,
saudações ao Menino Jesus.
Nos revestimos de amores,
o coração pleno de luz.

Rogamos bençãos divinas,
a todos os nossos amigos.
Cada qual com suas sinas,
livrai-os sempre dos perigos.

Que o Natal não seja apenas,
de Dezembro, o passageiro.
Que as graças do Mecenas,
perdurem pelo ano inteiro.

&&&

sexta-feira, 20 de novembro de 2009





VIDA PLENA
Guida Linhares

É isso aí...vamos viver a vida
da melhor maneira possível.
Problemas sempre irão existir...
Impasses, polêmicas, desencontros,
fazem parte da caminhada no cotidiano.
Mas se soubermos entender
os "porquês" que se escondem
em cada passo da estrada,
poderemos reconstruir pontes,
escalar montanhas ou simplesmente
sentarmos debaixo de uma árvore,
contemplando a planície de sonhos,
que se descortinam na linha do horizonte,
refletindo sobre a sua concretização.
Afinal viver e conviver é uma arte
que se aprende a cada dia,
colocando o coração e a razão
sob o crivo da mais perfeita harmonia,
pois a vida espera para ser vivida!
Que assim seja, em toda a sua plenitude!

Santos/SP - 29/09/09

segunda-feira, 16 de novembro de 2009


NOSSOS CAMINHOS
Guida Linhares

Às vezes tão estranhos são os caminhos
do coração, à medida que passam os anos.
Tem vezes que nos sentimos sozinhos,
parece que a luz se apaga e a treva
chega, pela mão dos desenganos.
Mas eis que a fé no coração,
faz com que os olhos busquem a luz.
E mesmo na solidão percebemos,
a necessidade de equilibrar a emoção,
extraindo do Amor, bálsamo suave que nos conduz
a paz e a quietude interior que bem queremos!


A BELA FACE DO AMOR
Guida Linhares

O amor quando chega
movimenta céus e terra,
na delicadeza que encerra.

Um doce compartilhar,
de sonhos guardados com carinho,
e o sentir de não mais estar sózinho.

É a face do amor que se mostra,
em suaves palavras pronunciadas,
e ao pé do ouvido sussurradas.

Coisas simples que ganham dimensão,
versos, fantasias e desejos,
tudo fica mais colorido, maiores ensejos.

E os dias passam entre risos e sonhos,
com abraços há muito acalentados,
e os doces beijos dos enamorados.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009




ADIVINHEM QUANTO EU AMO VOCÊS ?
Guida Linhares

Eu amo vocês um tantão assim....
do tamanho do monte mais alto do mundo,
ou então, digamos que juntando as estradas
que cruzam o nosso Brazilsão,
colocadas em linha reta dariam
prá lá de muitos metros...nem sei quantos!!!
Mas é assim que eu amo vocês!
Sem limites, sem medida,
apenas a profundidade do sentimento
que trago dentro do no coração.
E foi assim desde sempre,
desde quando vocês surgiram à luz do mundo.
Lindas crianças de olhos brilhantes,
alegrias da minha vida.
Porisso eu amo vocês, um tantão assim,
meus queridos filhos e netos,
tesouros que Deus me concedeu.
Obrigado Senhor!

Santos/SP - 11/11/09

Participação na Ciranda Poética
"Adivinha quanto eu te amo"
do site "A Era do Espírito"
por um mundo novo e melhor.

http://aeradoespirito.sites.uol.com.br/


quarta-feira, 4 de novembro de 2009


A VIDA CONTINUA...
Guida Linhares

Somos navegantes do mundo,
e portanto sujeitos às marés da vida.
Lidar com as perdas sempre se torna
algo que não se espera
e de repente elas acontecem.

Existem as perdas em vida,
seja no terreno da afetividade,
ou mesmo as de ordem material,
embora sempre exista uma certa relatividade,
num desafio a sua recuperação.

Passamos por certas frustrações,
por não vermos realizados alguns anseios,
assim como tantas vezes se luta por algo,
e depois de alcançado se percebe
que foi uma conquista ilusória.

A vida tem muitos viés,
e talvez cada um de nós aprenda,
conforme os erros e acertos,
a lidar com as circunstâncias,
da melhor maneira que se possa.

Se a morte de um ente querido,
nos tira do prumo, pela saudade,
temos que ter em mente,
que nascimento e morte
são verdades absolutas.

Contudo, a vida continua
e temos de ser fortes guerreiros,
empunhando a espada da Paz e do Amor,
para que o brilho do nosso coração,
se estenda até onde estiver o outro!

Santos/SP
04/11/09

Participação na Ciranda Poética
E A Vida Continua....do GRUPO PORTO DE LUZ
grupoporto_de_luz-subscribe@yahoogrupos.com.br


****

quarta-feira, 28 de outubro de 2009


UM LINDO SORRISO
Guida Linhares

Um sorriso vale muito e encanta
os corações que o recebem...
Quando os olhos também sorriem,
então é bom demais de sentir...
O vibrar dos corações,
que batem em uníssono,
nos doces momentos,
em que as mãos se encontram
e os abraços acontecem.
Seja o tapinha nos ombros,
seja o toque no braço, ou ainda
um beijo em cada lado das bochechas,
toda manifestação de carinho,
sempre é bem-vinda,
tanto por aquele que oferece
como pelo que recebe.
Mas se além de amigo verdadeiro,
ele acelerar o teu coração,
então chegou a hora
de beijá-lo sem mais demora.
Um beijo daqueles molhados,
bem no fundo, bem gostoso,
daquele que antecipa
tudo o que vem depois...
Momentos de puro prazer,
vividos na doce emoção a dois.

terça-feira, 27 de outubro de 2009



TRÉGUA
Guida Linhares

Nesta rede vou me deitar
contemplando o por do sol.
Nossos momentos irei relembrar,
com todas as cores do arrebol.

Agradecer pelas horas infinitas,
em que ficamos bem juntinhos,
entre arroubos e vontades benditas,
trocando os desejos de mil carinhos.

Talvez nosso romance não prossiga,
até pode ser que a saudade não venha,
nesta trégua que ao mesmo tempo possibilita,
que enxerguemos algum amor que se tenha.

Do futuro nada sabemos. Melhor viver o presente
com todas as cores, luzes, sons e alegrias.
Deixar fluir as águas do tempo em sonora vertente,
que nos leve à celebrar a vida em todas as sintonias.



segunda-feira, 26 de outubro de 2009



SONHO.

NÃO SEI QUEM SOU NESTE MOMENTO.

Fernando Pessoa

Sonho. Não sei quem sou neste momento.
Durmo sentindo-me. Na hora calma
Meu pensamento esquece o pensamento,
Minha alma não tem alma.

Se existo é um erro eu o saber. Se acordo
Parece que erro. Sinto que não sei.
Nada quero nem tenho nem recordo.
Não tenho ser nem lei.

Lapso da consciência entre ilusões,
Fantasmas me limitam e me contêm.
Dorme insciente de alheios corações,
Coração de ninguém.

<>


FORÇA ESTRANHA
Composição e Interpretação
Roberto Carlos

Eu vi um menino correndo
eu vi o tempo brincando ao redor
do caminho daquele menino,
eu pus os meus pés no riacho.
E acho que nunca os tirei.
O sol ainda brilha na estrada que eu nunca passei.
Eu vi a mulher preparando outra pessoa
O tempo parou pra eu olhar para aquela barriga.
A vida é amiga da arte
É a parte que o sol me ensinou.
O sol que atravessa essa estrada que nunca passou.
Por isso uma força me leva a cantar,
por isso essa força estranha no ar.
Por isso é que eu canto, não posso parar.
Por isso essa voz tamanha.

Eu vi muitos cabelos brancos na fonte do artista
o tempo não pára no entanto ele nunca envelhece.
Aquele que conhece o jogo, o jogo das coisas que são.
É o sol, é o tempo, é a estrada, é o pé e é o chão.
Eu vi muitos homens brigando. Ouvi seus gritos
Estive no fundo de cada vontade encoberta,
e a coisa mais certa de todas as coisas.
Não vale um caminho sob o sol.
E o sol sobre a estrada, é o sol sobre a estrada, é o sol.
Por isso uma força me leva a cantar,
por isso essa força estranha no ar.
Por isso é que eu canto, não posso parar.
Por isso essa voz tamanha.



terça-feira, 20 de outubro de 2009


A vida é uma escola e nela se vai aprendendo a conviver da melhor maneira, consigo mesmo e com os outros. Além do amor próprio e da auto estima, imprescindíveis para uma vida saudável, precisa-se observar o "feed-back" entre aquilo que se oferece ao outro e o que dele recebemos...se houver uma defasagem que entristeça, o melhor será um diálogo esclarecedor e repensar as posições. Às vezes se espera demais das pessoas, até que nos damos conta de que elas estão ocupadas demais e não somos prioridade em suas vidas...enfim nada como ter olhos de realidade, embora o coração esteja sempre recheado de emoções.

Guida Linhares

Santos/SP - 20/10/09


domingo, 18 de outubro de 2009


CASA DA SAUDADE
Guida Linhares

Na casa da saudade moram todos os meus sonhos. Aqueles já vividos e os que ainda estão esperando o momento certo para se materializarem.
Porque sonhar? Para manter acesa a chama da vida,encontrando um sentido, um propósito que nos conduza ao viver pleno de amor e alegrias.
Os sonhos são nossos eternos companheiros de viagem. São os precursores de tudo aquilo que desejamos, imaginamos, almejamos um dia alcançar.
Quem não sonha, não sabe a delícia que é acalentar algo, com o coração aberto e a alma desenhando a vida, em todas as suas cores.

Santos/SP
17/10/09

quarta-feira, 16 de setembro de 2009


DOCE MISTÉRIO
Guida Linhares

Um doce mistério
une os corações na telinha.
Parecem mágicos momentos,
em que a vida se realinha.

Assim quando de repente,
vemos o nome de alguém querido,
logo vamos atrás contente,
um imã nos atrai ao nosso conhecido.

Milhões de pessoas cruzando
este imenso céu cibernético,
mas algumas vivem se encontrando,
pela força de um sentimento ético.

São as afinidades de corações,
de compartilhamentos e ideais,
que fazem fluir as emoções,
daqueles que se gostam demais.

&&&&&

segunda-feira, 14 de setembro de 2009


NOITE BRANCA
Guida Linhares

Desce a noite com seu manto de estrelas.
E no mar um lençol de prata se estende,
clareando as águas trêmulas e preguiçosas,
que se deixam beijar pela amorosa lua.

Sentinela dos amantes, a madrugada
se oferece para os rituais sagrados,
quando as taças do prazer se entrelaçam,
na ardente alcova dos desejos partilhados.

E na noite branca, nuvens de ilusão
passeiam por entre o sonhar das criaturas,
que apenas desejam amar em plenitude.

No orvalho que desce como cascata prateada,
flores e folhas se banham na calma das horas,
até que surja a radiante estrela do amanhecer.

Santos/SP
09/01/09

ﺞﻼﺞಘﺞﻼﺞ

ESPELHO DAS ESTAÇÕES
Guida Linhares

Mulher tu és a primavera em explosão
de flores coloridas e perfumadas,
quando fazes valer a vóz do teu coração,
e levas a felicidade a pessoas por ti amadas.

Ainda que muitas vezes possas te sentir ferida,
pelos espinhos das rosas que trazes nas mãos,
ainda assim fechas os olhos e enternecida,
perdoas as falhas e deixas fluir a emoção.

Em teu coração os raios de sol são "calientes".
És sempre verão, aquecendo as entranhas,
daqueles que ao teu lado vivem contentes,
embora te sacrifiques, às vezes em perdas tamanhas.

E quando chega o outono da tua vida,
em que fazes o balanço de tudo o que te envolve,
nem sempre compreendida pelas pessoas queridas,
percebes que o tempo passa e de ti, o que se resolve?

Sentir-se bem consigo mesma, olhando-se ao espelho?
Materializar tantos sonhos há muito preteridos?
Talvez pensar mais em si mesma, um bom conselho,
observando as perspectivas de propósitos mais definidos.

Mas a mulher já vem ao mundo p`ra ser a mãe predestinada
aquela que, na maioria das vezes, se doa por inteira,
até mesmo a mulher moderna, em sua dupla jornada,
luta muito e seu cotidiano não é brincadeira.

E quando chega o inverno da sua trajetória,
tendo a felicidade de estar junto aos seus entes queridos,
toda a sua longa missão se reveste de muita glória,
e o seu legado de amor jamais será esquecido.

Mas não se pode olvidar que o inverno de tantas,
pode ser doloroso e cruel, quando a resposta é a solidão,
em que a vida as coloca, mesmo tendo sido sacrossantas,
e sobrevivem de lembranças do passado, encerradas em seu coração.

Santos/SP/Brasil
Março-2009

***

quarta-feira, 15 de julho de 2009

SANGUE CIGANO
Guida Linhares

O teu sangue cigano não se engana
a tua sina é vagar pelo mundo afora
em busca de sonhos cheios de aurora
devaneando o amor numa busca insana

Muitos braços a ti se estendem
mas tua natureza anseia pela liberdade
de ser o que tu és, singular em verdade
vivendo paixões que logo fenecem

De papel ergueste vários castelos
onde passarinhos fizeram ninhos
todos derrubados com mil rastelos

A mim sobraram os pergaminhos
onde em noites claras me refestelo
lembrando um cigano só carinhos

°ଂ◦ஃﻼﻍஞﻼﻍஃ◦ଂ°



AMORES PERFEITOS & BORBOLETAS
Guida Linhares

Na natureza tudo é festa
quando amores perfeitos
desabrocham magníficos

E borboletas em revoada
se deliciam com o néctar
sugado de seu interior

Para os amores perfeitos
as borboletas são amigas
que vem beijá-los sempre

e nesta troca se beneficiam
nos fugazes e doces momentos
em que um se aproxima do outro

Depois pelos destinos traçados
borboletas procuram outras flores
e amores perfeitos esperam
o beijo de novas amigas

e nesta movimentada dança da vida
ambos cumprem as leis naturais
Porisso as borboletas são beleza
e os amores são perfeitos.

ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ 

quarta-feira, 3 de junho de 2009



FIM DE SONHO
Guida Linhares

Mais um dia se acaba
e meu sonho contigo se dispersa,
a cada dia mais e mais.
Não há violetas na janela,
nem mais convites ao entardecer...
O sol desmaia por detrás da serra,
e o dia termina sem nosso cúmplice olhar.
Aos poucos as ilusões foram empalidecendo,
e nem importa mais ouvir a canção
de que tanto gostávamos...
Talvez seja melhor assim...
eu sem você e você sem mim.
Afinal os melhores sonhos
também chegam ao fim!

Em 15/04/09

&&&

COMO É BOM RECOMEÇAR
Guida Linhares

A vida é sempre um constante recomeço,
a cada dia um novo amanhecer,
e com ele novas possibilidades,
de ser feliz de novo, de acender a magia
do amor e das probabilidades.

Quase sempre ao atravessar a noite escura,
nos perdemos na imensidão do céu
a procurar estrelas luminosas,
que nos façam sorrir novamente.

E não mais que de repente,
surge uma nova perspectiva,
numa estrelinha que ousa
sair do lugar de sempre
e deitar luz e alegria,
num passe de pura magia.

Óh estrela bendita, que guia
os corações aflitos, e que ilumina
aqueles seres de alma sadia,
que tem olhos de ver ternura,
que tem vontades e sonhos mil.
que tem sede de amor ventura.

Olha-se a lua emotiva e bela
e sente-se na intranquila alma
mil sonhos que se desmoronam
num viver em que se perde a calma.

Mas vem alguem de tão longe,
tão simples e tão verdadeiro,
que colhe a estrela do céu,
que estende a mão para a lua,
e traz ambas para junto de ti
e te deixa novamente inteiro.

E te fala doces palavras e
te eleva o coração e o ser
e te faz sentir novamente
a plena ventura de viver.

-0-0-0-


OTIMISMO
Guida Linhares

Nesta travessia que é a existência
as escolhas se fazem indo à pura essência,
do íntimo do ser às circunstâncias do ambiente.
Tudo é parte: passado colhido e semeadura do presente.

O ruim muitas vezes pode parecer errado,
contudo em suas águas há todo um aprendizado.
Assim, quando o bem maior se aproximar de mansinho,
chegará até nós e nos preencherá de carinho.

Sob a luz do sol
desperto em matizes do arrebol
o Otimismo se desvelará a olho nú, radiante,
para o ser que sabe que a vida é o instante.

Santos/SP
ESTIAGEM
Guida Linhares

Longo caminho de estio,
onde não sinto mais o teu calor.
No inverno da alma,
ressecados galhos de sonhos,
se abraçam numa última tentativa,
de que surjam viçosos brotos,
que poderão florescer talvez quem sabe,
numa próxima primavera,
de um ano qualquer,
se ainda houver tempo.
Mas a esperança cansada
já não sente mais forças para vibrar,
diante da inclemência do tempo.
Tudo o que agora procura,
reflete um lugar de paz para morar,
aquietando o coração.
Contudo a caminhada ainda se faz longa,
e as árvores já não fazem sombra,
até mesmo porque o sol se mantém escondido,
sem a magia das cores do arrebol.
Quando acaba esta longa estiagem?
Quando nada mais houver para celebrar?
Quando o sopro de vida estiver por um fio,
e apenas as lembranças de um tempo feliz,
serão as companheiras a fecharem os nossos olhos,
para que talvez, possamos quem sabe, voltar a sonhar.

Santos/SP/Brasil

***

quarta-feira, 15 de abril de 2009

MAGIA DAS LETRAS
Guida Linhares

Na magia das letras o poeta desvela seu mundo.Das penas e alegrias, extrai a matéria, compondo encantamentos.

Viaja no tempo, transformando sombras em luz. As letras são diamantes, que brilham na escuridão.

O céu do poeta pode ser negro como breu. Mas a inspiração, doce deusa, tem toda a gama de cores.

A harmoniosa lira dedilhada com desvelo,traz à tona os sentimentos. Em catarse, as emoções.

E quem saboreia o banquete, com ávidos olhos de magia, transporta-se em rápida fuga, ao mágico mundo da poesia.

Santos/SP - 30/03/09

* * *


NA MAGIA DO TEMPO
Guida Linhares

Tenho andado sem tempo,
para pensar em qual momento,
eu deixei que tudo acontecesse,
e hoje me tornasse alguém
completamente fora do tempo.

Se o ontem ainda me leva a passear
por jardins com madressilvas perfumadas,
olhos nos olhos, contigo de mãos dadas,
meus olhos marejam e o tempo
apenas me mostra um recorte da felicidade,
do ontem que já passou faz tempo.

Então penso que no amanhã
comtemplarei outros jardins tão formosos
quanto os de ontem, e quem sabe talvez
ainda de braços dados com alguém,
que assim como eu, goste da quietude
dos jardins mágicos e encantadores,
que se perpetuam no coração do tempo.

Mas sinto que a passagem que se marca,
a cada segundo da existência,
enquanto a areia desce na ampulheta,
traz o profundo sentido que habita
no âmago de cada ser.

Talvez seja esta a única certeza,
que faz com que o tempo seja considerado
um grande mestre, porque acima de tudo ele permite,
que se resgate aquilo que se deixou ficar ao longo do tempo.

E o melhor de tudo, é que ainda se pode contar
com um novo tempo, para continuar a escrever
a estória da vida, enquanto o relógio não cessa
de marcar as horas no calendário cósmico.

Santos/SP - 05/04/09