quarta-feira, 16 de setembro de 2009


DOCE MISTÉRIO
Guida Linhares

Um doce mistério
une os corações na telinha.
Parecem mágicos momentos,
em que a vida se realinha.

Assim quando de repente,
vemos o nome de alguém querido,
logo vamos atrás contente,
um imã nos atrai ao nosso conhecido.

Milhões de pessoas cruzando
este imenso céu cibernético,
mas algumas vivem se encontrando,
pela força de um sentimento ético.

São as afinidades de corações,
de compartilhamentos e ideais,
que fazem fluir as emoções,
daqueles que se gostam demais.

&&&&&

segunda-feira, 14 de setembro de 2009


NOITE BRANCA
Guida Linhares

Desce a noite com seu manto de estrelas.
E no mar um lençol de prata se estende,
clareando as águas trêmulas e preguiçosas,
que se deixam beijar pela amorosa lua.

Sentinela dos amantes, a madrugada
se oferece para os rituais sagrados,
quando as taças do prazer se entrelaçam,
na ardente alcova dos desejos partilhados.

E na noite branca, nuvens de ilusão
passeiam por entre o sonhar das criaturas,
que apenas desejam amar em plenitude.

No orvalho que desce como cascata prateada,
flores e folhas se banham na calma das horas,
até que surja a radiante estrela do amanhecer.

Santos/SP
09/01/09

ﺞﻼﺞಘﺞﻼﺞ

ESPELHO DAS ESTAÇÕES
Guida Linhares

Mulher tu és a primavera em explosão
de flores coloridas e perfumadas,
quando fazes valer a vóz do teu coração,
e levas a felicidade a pessoas por ti amadas.

Ainda que muitas vezes possas te sentir ferida,
pelos espinhos das rosas que trazes nas mãos,
ainda assim fechas os olhos e enternecida,
perdoas as falhas e deixas fluir a emoção.

Em teu coração os raios de sol são "calientes".
És sempre verão, aquecendo as entranhas,
daqueles que ao teu lado vivem contentes,
embora te sacrifiques, às vezes em perdas tamanhas.

E quando chega o outono da tua vida,
em que fazes o balanço de tudo o que te envolve,
nem sempre compreendida pelas pessoas queridas,
percebes que o tempo passa e de ti, o que se resolve?

Sentir-se bem consigo mesma, olhando-se ao espelho?
Materializar tantos sonhos há muito preteridos?
Talvez pensar mais em si mesma, um bom conselho,
observando as perspectivas de propósitos mais definidos.

Mas a mulher já vem ao mundo p`ra ser a mãe predestinada
aquela que, na maioria das vezes, se doa por inteira,
até mesmo a mulher moderna, em sua dupla jornada,
luta muito e seu cotidiano não é brincadeira.

E quando chega o inverno da sua trajetória,
tendo a felicidade de estar junto aos seus entes queridos,
toda a sua longa missão se reveste de muita glória,
e o seu legado de amor jamais será esquecido.

Mas não se pode olvidar que o inverno de tantas,
pode ser doloroso e cruel, quando a resposta é a solidão,
em que a vida as coloca, mesmo tendo sido sacrossantas,
e sobrevivem de lembranças do passado, encerradas em seu coração.

Santos/SP/Brasil
Março-2009

***