sábado, 24 de maio de 2008

REFLEXÃO POÉTICA

Na canção, meu coração...
Guida Linhares


Sinto a brisa afagar meu corpo,
refrescando as mágoas da vida,
cicatrizando qualquer ferida.

No véu diáfano que me cobre,
ocultando a alma quase nua,
meu coração silente flutua.

Recolho o botão de rosa branca
e aspiro o seu inigualável aroma;
me sinto protegida numa redoma.

Ouço a suave canção do momento
e nela me deixo envolver plenamente,
me abstraindo do entorno somente.

Meu ser dança a música das esferas
pois além da terra está o céu,
e nele meus pensamentos voam ao léo.

Sinto que meu coração se encontra,
neste novo tempo de mulher madura,
dentro da canção, pleno de ternura!

Santos, SP
/Brasil
2006
&&&

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Momento Romântico


Meu pecado predileto
Guida Linhares

Também perdida, te procuro
entre as imagens que dançam na minha mente.
Envolventes volteios sensuais,
a sinalizarem algo por demais "caliente"!

Não conheço teu extenso território;
jamais provei o teu sabor, num beijo.
Fico imaginando teus braços me estreitando,
tudo tão natural, quanto o nosso desejo.

E um fogo sobe pela superfície da pele
que ganha longos arrepios de veludo
ao imaginar teus dedos percorrendo
os cantinhos e as sensações num crescendo.

Deitados na relva macia apenas o vento
a acariciar nossos melhores sentimentos,
que ali se entrelaçam em doçura e tesão
um misto de prazer, na mais deliciosa sedução.

Santos/SP/Brasil

11/04/08

&&&

Momento de Reflexão


O VÔO DA ÁGUIA
Guida Linhares
**
Atravessando o rio da vida,
chega aquele reflexivo momento,
em que se percebe e sente,
que a juventude ficou para trás.
*
Novos sonhares povoam a mente.
A serenidade buscada pela alma,
faz com que se cuide mais
de cada passo da estrada.
*
Não mais amores apressados
e nem aparados ao sabor dos ventos.
Uma calmaria invade o coração
e nela se refugiam as quimeras.
*
Sabe-se que a águia,
num certo momento,
sentindo as forças diminuírem,
voa para o penhasco mais alto,
e lá, num verdadeiro ritual,
onde vontade e sofrimento se juntam,
regenera-se completamente,
para viver por muito mais tempo.
*
Assim somos nós, quando
nossas forças já não são as mesmas.
Nos refugiamos em nosso interior,
fazendo despertar os fantasmas da psique,
que tanto nos amedrontaram,
procurando harmonizá-los,
não mais em combate,
mas em aceitação e perdão.
*
Refazemos nossas asas de sonhos,
e com elas poderemos voar
mais alto ainda.
*
Sonhar, amar, alegrar-se,
em qualquer tempo e idade,
traduz a celebração da vida!
*
Santos/SP - 08/09/07
***

domingo, 18 de maio de 2008

AMOR PROIBIDO


CAPRICHO ITALIANO

Guida Linhares


Do amor que sinto por ti, pouco a pouco me afastarei.
Serás como um querido amigo, para sempre abençoado.
Mas o teu amoroso coração jamais usurparei.
Tens uma dona que te ama e por ela és apaixonado.

Busco o amor tanto quanto o ar que respiro.
Quero de novo beber da taça o licor da vida.
Quero me entregar completamente num suspiro,
a um homem para quem eu seja por demais querida.

És um amor proibido e quero muito te ver feliz.
Por isso, quando se ama se concede sempre a liberdade.
Embora tenham sido dias e noites de um saboroso matiz,
você tem razão. Preciso mais! Preciso ser amada de verdade.

Preciso de alguém que me olhe nos olhos e neles eu me afunde.
Que me tome em seus braços e neles eu desmaie de prazer.
Preciso muito do toque de pele, de um prazer que me inunde,
e me faça sentir não só desejada, mas a mais amada mulher.

Do amanhã nada se sabe e nem das tramas do destino.
Se a morte chegar antes que algo surja de diferente,
quem sabe numa próxima vida, o badalar de algum sino,
saudará um amor do passado, que se tornou presente.


Santos/SP