sábado, 24 de maio de 2008

REFLEXÃO POÉTICA

Na canção, meu coração...
Guida Linhares


Sinto a brisa afagar meu corpo,
refrescando as mágoas da vida,
cicatrizando qualquer ferida.

No véu diáfano que me cobre,
ocultando a alma quase nua,
meu coração silente flutua.

Recolho o botão de rosa branca
e aspiro o seu inigualável aroma;
me sinto protegida numa redoma.

Ouço a suave canção do momento
e nela me deixo envolver plenamente,
me abstraindo do entorno somente.

Meu ser dança a música das esferas
pois além da terra está o céu,
e nele meus pensamentos voam ao léo.

Sinto que meu coração se encontra,
neste novo tempo de mulher madura,
dentro da canção, pleno de ternura!

Santos, SP
/Brasil
2006
&&&

Nenhum comentário: