sábado, 31 de maio de 2008

ATEMPORAL



IMANTADO OLHAR

Guida Linhares


Neste olhar,
vou me perder!
Ainda que seja
num mágico instante,
uma fuga do momento.

Que seja atemporal
intenso,
impregnado de beleza.
Com retinas ávidas e
impulso forte.

Que seja tal qual cometa,
por breve passagem.
Que ilumina e viceja
sonhos extemporâneos.

Um segundo de amor
compartilhado,
vale por uma
vida inteira.

Qual pedrinha no lago
reverberando
na superfície,
atingindo
o fundo,
com a força
de uma âncora!

Virá para ficar?
Não sei!
Quem há de saber,
se a força de um olhar,
que imanta,
que encanta,
vem para ser eterno.

Neste olhar,
vou me perder!
Ainda que seja
num mágico instante,
uma fuga do momento.


Santos/SP
<><>

Imagem > http://almaplana.blogspot.com/2006_11_01_archive.html

<><><>

sexta-feira, 30 de maio de 2008

DOCE SAUDADE



AMOR AO LÉU
Guida Linhares

Enamorada sou da vida,
de tudo quanto me rodeia,
de lembrança antiga querida,
de uma noite de lua cheia;

quando ao nascer da aurora,
declaraste o teu profundo amor.
Recordações de tempos de outrora,
em que tudo era paixão e ardor.

E os anos foram passando,
enamorados da vida ficávamos,
a ver nosso jardim vicejando,
em mil cores, porque nos amávamos.

Mas o destino nos separou,
numa noite de quarto minguante,
onde o sonho por fim acabou,
tornando tudo um amargo levante.

Cicatrizada a ferida do coração,
voltei a me enamorar pela vida.
Deixando fluir uma nova emoção,
na esperança da certeira guarida.

Mas às vezes me vejo entretida,
em contemplação, olhando o céu,
pois busco numa estrela perdida,
o nosso amor dissolvido ao léu.

Santos/SP/Brasil

quarta-feira, 28 de maio de 2008

MUNDO REAL X VIRTUAL

PAIXÕES VIRTUAIS

Guida Linhares

Vocês já devem estar se perguntando
porque um tema assim neste papel de carta.
Afinal Branca de Neve não sabia o que era uma Paixão Virtual
e nem os Sete Anões possuíam computador na floresta.

Dos sete anões, Dunga era o único sem barba
e quase nem falava, mas prestava muita atenção.
Certa vez ele viajou no tempo chegando na modernidade,
e se deparou com um tipo de romance diferenciado.

Sabe-se de antemão que ele era muito amoroso
e a todo o momento abraçava Branca de Neve,
sentindo o coração aquecer ao ser retribuído,
no calor do abraço real que todos enfim desejam.

Dunga tinha uma paixão secreta por uma anãzinha,
e não foram poucas as vezes em que fugiu
para ir ao encontro dela e nestes momentos
vibrava de tanta emoção e alegria compartilhada.

Até por conta disso, quando Dunga chegou,
aterrisando numa sala onde viu a telinha pegar fogo
com um cálido encontro amoroso virtual,
ficou espantado observando o equipamento e os usuários.

Viu a senhora de idade, meio vesga, meio gorda.
Vestia um camisolão fechado até o pescoço.
Óculos de lentes grossas que ela tirava,
para beijar aquele espelho de imagens e letras.

Dunga arrepiava só de ver...nunca imaginou
em tempo algum que alguém beijasse um objeto..
Que força e dominação, pensou Dunga...não seria melhor
um beijo de verdade entre a fofinha criatura e alguém mais?

Tão ensimesmado ficou que resolveu entrar na telinha
e lá do outro lado quem ele encontra..um senhor bem idoso,
lá pelos seus quase noventa anos, quase sem visão,
quase caidaço, a beijar a telinha com toda a sofreguidão.

Que susto Dunga tomou mas o melhor estava por vir:
Os diálogos que Dunga considerou de primeira ordem.
O amante assim dizia> - Querida, estou cheio de tesão.
Ela logo respondia> - Eu também meu amado, venhaaa!!!

Dunga engoliu em seco, ficando entristecido afinal
como se daria este encontro. Ele sabia o que era um desejo.
De repente surge um presentinho no formato de arquivo enviado
Dunga, do lado do idoso viu surgirem fartos seios.

Nossa...quanta fartura pensou Dunga. Percebeu que
os olhos do idoso se encheram de lágrimas,
com certeza lembrando-se dos bons tempos,
em que tudo acontecia em tempo real, ao vivo e a cores.

Rapidamente Dunga entrou na tela e foi conferir
a fofa amiguinha recebendo carinhosamente um arquivo.
Era uma foto de um "coroa" saradão, com um sorriso largo
e pernas musculosas, cabelos e bigodes escuros.

Tinha um jeito assim meio malemolente,
de quem faz tudo muito devagar, com jeito especial.
E Dunga pode conferir o deleite da fofinha
em conferir cada centimetro daquele monumento!

Imediatamente a meiga senhora acionou a remessa de arquivo
e foi buscar a imagem de uma jovem de corpo escultural
e busto grande,e cheia de intenções enviou ao jovem saradão.
Toda convencida, ficou a esperar a reação dele diante da visão.

Dunga estava estupefato...como podia isso tudo acontecer?
Cadê a sinceridade, o mostrar-se assim como se é?
E como pode sobreviver uma paixão sem o toque?
Sem o olho no olho, mão com mão, pé com pé?

Não quis ver mais nada...sentiu saudades
do doce abraço da sua querida Branca de Neve.
Só iria sorrir de novo quando chegasse em seu "habitat",
onde lá o calor dos corpos incendeia e a paixão campeia.

<><>

Nada contra as paixões virtuais. Apenas são reflexões sobre o assunto, que penso ser de extrema importância a todos que desejam amar e ser amados, em sua totalidade de expressão.

<><>
Santos/SP/Brasil
06/03/08
<><>

terça-feira, 27 de maio de 2008

AMOROSA INCUBAÇÃO


BEM QUERER

Guida Linhares


Um querer assim tão forte,
que incorpora corpo e alma.
Transmutação completa,
na respiração em uníssono,
onde os sonhares se habitam.

Um amor que tem o sonido
das ardentes sinfonias.
Que arrebata completamente!,
Dourado relicário de magia
por ser único e contente.

Benditos sejam todos aqueles
por tal querença abençoados.
Quando os olhos desvelam
o espelho do outro,
nas emoções que se entrelaçam.

São as sinuosas curvas,
que tanto seduzem e fascinam.
Mas são as linhas retas
dos corações em paralelo,
que convergem para um
único ponto e se completam.

Na ansiosa sede do prazer,
os moinhos de vento giram,
com os corpos em rodopio .
Em bocas rubras de paixão,
os bichos dançam soltos no cio.

Um querer assim..
corpo, alma e coração,
sensível, profundo e altaneiro
Na memória dos sonhos talvez,
esteja incubando-se por inteiro.
*
Santos/SP/Brasil


domingo, 25 de maio de 2008

AMOR PERFEITO



"O amor perfeito é realmente raro,

pois para ser um amante

é necessário que você tenha continuamente

a sutileza de um sábio,

a flexibilidade de uma criança,

a sensibilidade de um artista,

a compreensão de um filósofo,

a aceitação de um santo,

a tolerância de um estudioso

e a força de um bravo."


Leo Buscaglia