sábado, 17 de maio de 2008

É tão bom sonhar...

Amorosa Fantasia

Guida Linhares


Ontem demorastes a chegar!
As horas não passavam e eu a te esperar.
Ah, essa doce espera
que alimenta ainda mais o desejo.
O coração parece que nem cabe no peito.

A mesa posta para o jantar à luz de velas.
Um leve e doce perfume amadeirado no ar.
O som de Ray Conniff já antevê o café da manhã,
depois da suave delícia de um preguiçoso despertar.

Nos lençóis macios, você estará aconchegado,
e eu segura em teus longos braços,
tão enlaçada que será difícil deixar a cama,
depois de tanta ternura, beijos e abraços.

A campainha toca e me desperta do devaneio.
É você...chegando com rosas vermelhas perfumadas.
Um beijo molhado prenuncia tudo o que vem depois.
Eu e você, sob a mira de Eros, inquieto demais!

As horas vão passeando pela noite afora.
Nós a bailarmos num momento atemporal,
dentro de um espaço infinitamente bonito,
em que corpos se fundem e as almas se enlaçam.

As estrelas piscam suas luzes, que entram pela janela,
iluminando a alcova com mágicos raios prateados,
e até a emotiva lua, pára de passear e aprecia
dois seres alados em plena fantasia amorosa.

Ah! Como é bom imaginar, que tudo isso fosse verdade.
Afinal nas imagens em ação, revelam-se os sentimentos,
as cálidas emoções que se encontram ao alcance da mão,
e que num breve instante virtual, nos levam à felicidade.

Santos/SP
17/05/08
18:40 hs
&&&

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Amoroso Presente



VOCÊ..meu Presente!
Guida Linhares


Impossível descrever,
a alegria que sinto agora!
Você chegou,
enterrando um passado,
que teimava em quase sempre
me entristecer.
Você trouxe um poderoso estímulo,
despertando a minha alegria de viver.
Meus dias não são mais,
tristes recordações de outrora.
E até meu velho violão,
deixado esquecido no canto,
ganhou novos carinhos,
afinal quem canta, seus males espanta...
Mas desta vez a canção afinadíssima,
veio das tuas palavras e ações,
me deixando sem fala,
saboreando uma nova emoção.

Quando você disse,
que eu vivia do Passado,
expliquei que era porque
o Presente estava meio devagar..
quase parando!
Mas então,
de um coração como o seu
só podia vir tudo aquilo
que você ofereceu..
e eu,
que não sou bobinha não,
alimentei a vaga esperança
de quem sabe experimentar,
uma nova sensação.

Afinal de contas,
nesta vida tudo existe,
nada se perde,
nada se cria,
e tudo se transforma,
basta estender a mão
quando a oportunidade persiste...

Afinal se um amor foi embora,
talvez seja porque
nunca foi verdadeiro,
e partiu em boa hora.
rsrsrsrs

Gratos são os tempos
em que a felicidade acena,
sorri e até mesmo gargalha,
quando as criaturas
dançam pelos campos de açucenas,
em sensuais volteios e trocas apaixonadas.

Bem sei e a vida ensina
que precisamos e muito,
de algo tão simples,
mas ao mesmo tempo
com uma complexidade incrível:

AMAR E SER AMADOS!!

Ah! É o verdadeiro paraíso aqui na terra,
onde a serpente é sempre benvinda
e a maçã saboreada com inigualável prazer!

Porisso mesmo,
em meu violão dedilho alegremente
esta canção:

Que bom que você chegou!
Você é um presente,
que Deus enviou,
para fazer do meu Presente
um Encantamento,
um Delírio,
um Sol
que
me
aquece
docemente.
Quem sabe
talvez,
até quando?
Não importa...
Seja você,
apenas o meu Presente!

Santos/SP - 05/02/08

quarta-feira, 14 de maio de 2008

SINCRONICIDADE


Que maravilha...a sincronicidade funcionando à longa distância...rsrsrsr...falei em gente dependurada no varal, e recebo pelo orkut esta imagem de uma querida amiga a Aninha, presente diáriamente na telinha e no coração.
Fantasiando um bocadinho, acho que vou me dependurar, pra não ficar mais alimentando um monte de ilusões. Assim dependurada, fico ao sabor dos ventos norte e sul, mas bem presa ao varal.....será que dá certo? Será que aguento? rsrsrsrs..
Só Deus é que sabe, o que se passa no coração dos humanos. Às vezes meu coração parece um nômade, sem parada, e fico achando que ele mora no lado irracional e primitivo, porque quando a razão fala mais forte, o "danadinho" se esconde....rsrsrs..
Hum...será que isso acontece contigo também???

REFLEXÃO MATINAL


DE ÓCULOS ESCUROS
Guida Linhares

Pois é, às vezes nos sentimos assim. Um limão siciliano de óculos escuros. Isso acontece quando despejamos alguns sonhos nas águas do mar. Quando durante algum tempo alimentamos uma ilusão e de repente como uma bolha de sabão, ela desaparece da nossa frente.
Porque será que nos iludimos tanto? Porque será que não podemos passar a vida em brancas nuvens de concretude e realidade? Será que aquele que vive com os dois pés fincados no chão é mais feliz?
Bem, só posso falar das pessoas que passaram pela minha vida e deixaram algum ensinamento, alguma luz. Conheci pessoas assim, que viviam apenas o real, o concreto, sem nunca se envolverem com as teias ilusórias do amor, por exemplo.
Conheci pessoas que nunca sabiam dizer se eram felizes. Parecia que estavam sempre presas num arame da vida, com dois pregadores resistentes, e dali nem queriam sair, com medo de se envolverem, de não dar conta das situações resultantes, enfim sentiam que o mundo poderia ser bem melhor, se não abraçassem nada, e ficassem ali dependuradas no varal da vida.
Estas pessoas ainda observo de longe, sem que elas saibam. Elas continuam infelizes. Me mostram que as ilusões são necessárias, que a vida tem o colorido que se der a ela, que pode ser tão cinzenta quanto o maior temporal, mas pode ter as cores do arco-íris, pincelado a cada manhã, quando se abrem as janelas do quarto e da alma.
Bem, mas isto não invalida como estou me sentindo hoje. Espero cortar este limão ao meio, espremer num copo, deitar a água gelada e uma colher de açucar bem cheia, para adoçar meu inquieto coração. E que ele entenda que nem tudo que sonhamos dá certo e que por vezes é preciso que se busquem outros caminhos, outras alternativas, para não se correr o risco de passar a vida de óculos escuros.
Santos/SP
14/05/08

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Versos Tristes


A Tristeza da Flor
Guida Linhares

Um dia surgiste do acaso
trazendo a luz aos meus dias
Nas páginas do teu livro,
li estrofes com versos de pura magia

Fez-se a luz ao raiar do dia
em que juntos partilhávamos
momentos de extrema alegria
como bons amigos estávamos

As flores que me ofertaste
ainda no vaso se encontram
São as perfumadas rosas
que de teu coração brotaram

As florezinhas brancas
eu as trouxe de um jardim
que era cheio de lembranças
de tantos sonhos de mim

Acendemos juntos as velas
de um sonho a ser imaginado
que poderíamos estar
sempre lado a lado

Sopesando as agruras da vida
vivemos ilusões distantes
de que sempre haveria guarida
em nossos seres navegantes

Mas eis que no escuro minuto
da letra de uma música se fez
um desastrado entendimento
trazendo a separação de vez

Choram meus olhos de tristeza
os teus não os vejo, mas a mágoa
que dissestes estar possuído,
me fez despencar da beleza

que me acompanhava toda prosa
pelo nosso encontro casual
Tão feliz eu estava de te ver
e de repente a derrapada fatal

Os sonhos tão loucos que tivemos,
a esperança de nos conhecermos,
a vontade de estar lado a lado,
e juntos o amor entretecermos

Neste exato momento tudo terminado
não há mais a música aos ouvidos
nem as palavras tão doces,
nem o fascinar dos sentidos

Nada mais importa agora
já que tudo foi ventura um dia
Que sejas feliz em tuas buscas
Me deixes só com a minha agonia.

Santos/SP
18/02/08