terça-feira, 15 de abril de 2008

O AMOR


Guida Linhares

E quando ele chega
cessa tudo quanto se busca
E quando ele abre suas asas
que o silêncio se faça
E quando despertares
agradeça a Deus numa prece
Este sagrado relicário
do Amor a te bafejar
E quando os raios do sol
aquecerem a tua alma
E o vento sussurrar
em teus sedentos ouvidos
Te amo, te amo, te amo!
Que sejam como a doce sinfonia
a ecoar nos quatro cantos,
loas ao bem maior,
O Amor que chegou,
mansamente, docemente
em teu coração já cansado
de tanto esperar!

Santos/SP - 15/03/08

Nenhum comentário: