sexta-feira, 16 de abril de 2010


SERÁ TARDE DEMAIS?
Guida Linhares

Os anos passaram rápidos demais
e agora sou este bicho, um misto de animal e homem,
trazendo no peito um coração amante,
desejoso das mais profundas sensações,
desabrochadas em sentimentos
que vagam dispersos
entre as quimeras e os sonhos,
apenas e exclusivamente,
tendo como alvo maior,
reavivar a chama do amor e da paixão,
que ainda arde e queima
este pobre coração.

Já te vi passar...
linda com este andar malemolente,
entre curvas sinuosas e retas diretas,
que me levam a sonhar acordado,
como seria contigo deitado,
realizando fantasias
as mais deliciosas
que pode
conceber
a nossa imaginação,
quando estimulada em doce ação!

Fico te olhando de longe.
A minha timidez e receio,
são tão fortes como um freio,
que me impede a aproximação.
Mas quando meu olhar,
pousa em teu corpo de sedução,
esqueço tudo,
fico em um estranho transe,
misto de encantamento e puro tesão.

Então meu coração pergunta?

Será tarde demais?

Para que eu possa te estreitar em meus braços,
sentir-te em profundos beijos e fortes abraços,
percorrermos juntos todos os espaços,
formando assim deliciosos laços.
Será que ganharei estes sonhados espaços?

Pelo sim, pelo não...
continuo com meus olhos famintos,
sorvendo meus licores de absinto,
tendo você na imaginação,
bela, carente, apaixonada,
desejosa de estar comigo,
vivendo a mais profunda emoção.

Santos/SP/Brasil
23/01/08


(Poesia a pedido de um amigo)


2 comentários:

Jacque disse...

Que Lindo.

Beijo

REGGINA MOON disse...

Guida,

Belíssimo Poema...comovente!!!

Sempre haverá um tempo para sonharmos...e o tarde demais está dentro de nós....


Parabéns!!!!

Beijos e ótima semana!

Reggina Moon