quinta-feira, 15 de abril de 2010


AVENTUREIRA DA NOITE
Guida Linhares

E o sono não vem nesta madrugada,
e me ponho a cismar com as estrelas
Serão elas felizes ou prisioneiras,
de um céu escuro e taciturno.

Saio à rua e procuro a lua
que se esconde em densas nuvens
que vão passando ligeiras
encobrindo a sua luminosidade.

Alço voo na imaginação,
e me vejo na abóbada celeste,
tão perdida quanto a lua e as estrelas.

E de repente sou jogada do infinito
ao macio lençol da cama.
E voce ali estava o tempo todo...
mas eu a cismar com a noite
nem te vi.......nem te amei!

Nenhum comentário: