sexta-feira, 6 de junho de 2008

ROMANTISMO POÉTICO



Você tem meu coração!
Guida Linhares

Meu amado, encanto das horas,
me enfeitiças com a tua doçura.
Quando chegas e dizes sem demora;
Amor estou ardendo em só ternura.

E me chamas pra sentar juntinho,
Com mil dengos e afagos me cercas.
Não resistirei mais ao teu carinho;
Do meu amor espero não te percas.

É claro querido, que estou feliz!
Porque me perderia de ti agora?
Há tanto tempo busco a tua raiz
teu orvalho, teu ser, tua aurora.

Agora que afinal nos encontramos,
partilhando de momentos especiais,
realizando tudo o que sonhamos,
me resta concluir amado meu,

que nosso destino estava traçado.
Trazes na mão antigo caduceu
de vidas passadas ao meu lado.

Almas complementares atraídas
pelo imã dos registros akásicos* .
Quando essências foram abstraídas
de nossos sonhos mais básicos.

De sermos para sempre felizes,
até que nos separe a morte.
Ou talvez nos junte como matrizes,
de um ressurgir que nos comporte!

Assim nada mais quero da vida.
Cesso aqui por completo a busca.
Ter em teus braços a doce guarida,
é a sorte minha que nada ofusca.

Com teu olhar deveras envolvente,
despertaste a adormecida paixão.
Fazendo vibrar a chama ardente,
uma vez que tens o meu coração.

&&&

* Registros Akásicos > Pela expansão da consciência é possível se ter ciência dos registros Akásicos, dos registros cósmicos. Mas, até mesmo ao nível de projeção da consciência ainda é possível a atuação da força negativa, mas existe bem mais segurança do que em nível da palavra falada e escrita.

Como no universo tudo ocorre segundo a lei das vibrações, somente uma pessoa equilibrada pode ter acesso aos níveis elevados de conhecimento e tais níveis são inacessíveis àquela força. Ali ela não pode ter acesso direto. Uma pessoa que tem acesso direto à fonte de conhecimentos cósmicos está menos sujeito a se envolver do que aquela que somente lê ou escuta.

www.joselaerciodoegito.com.br/site_salomao_228.htm

Santos/SP/Brasil
&&&

Um comentário:

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Guida, belíssimo poema...

Sinto que a chama amortece,
sua luz não me ilumina,
só seu abraço enternece
a mágoa da minha sina.

Uma noite de Luz e Amor,
Beijinhos de ternura,
Fernandinha