sábado, 27 de fevereiro de 2010


ENTRE AS FLORES
Guida Linhares

Me deixo ficar entre as flores...
assim te espero!
O amor maior em sua essência
e configuração, em si mesmo venero!

Talvez nem demores a vir!
Chegastes ligeiro e afinando a voz,
entoastes as sutis notas do sentir
que podes vir a ser...um bem querer!

Tens o pulso forte de quem
sabe o que quer e vai à luta.
Talvez um majestoso totem
de séculos, quem há de saber ?

Me fizestes sorrir ao dizeres:
- Recuperemos o tempo perdido.
Senti nas entrelinhas dos prazeres,
a hora do supremo amor apetecido.

Então...
me deixo ficar entre as flores...
No meio delas, te espero!

Santos/SP/Brasil
29/03/08



Nenhum comentário: